Featured

Gala X-Adventure 2023/2024 entregou troféus da temporada de 2023 e revelou detalhes para 2024.

O Observatório do Sobreiro e da Cortiça, em Coruche, recebeu no final da tarde de dia 3 de Fevereiro mais uma edição da Gala X-Adventure,  que tal como nas edições anteriores serviu para consagrar os vencedores das inúmeras categorias das três competições promovidas pela X-Adventure:  O Troféu Super SSV e o Troféu X-Trophy ambos disputados sob a égide da FMP, e o Challenge Ibérico Super Extreme Trial 4x4 (CISET 4x4) disputado sob a égide da FPAK e ainda da Taça CISET 4x4 Norte uma competição regional incluída no CISET 4x4.

Para além de um grande número de pilotos e equipas presente, estiveram também presentes o Sr. Francisco Oliveira (Presidente da Câmara de Coruche) e a Dra. Fátima Galhardo (Vereadora do pelouro Divisão de Educação, Desporto e Intervenção Social), o Sr. Sérgio Morgado (Vereador do Município de Ferreira do Zêzere), o Sr. Fernando Santos ( Em representação da FPAK) e o Sr. Bernardo Vilar (Presidente da comissão de todo-o-terreno da FMP).  A eles ainda se juntaram vários organizadores de provas e patrocinadores das  diversas competições.

Para além da entrega de troféus aos vencedores, o evento do passado fim de semana serviu também para relevar grande parte dos detalhes dos competições que em breve ser irão arrancar.  

Será o Troféu X-Trophy o primeiro a começar, já no próximo dia 18 em Ferreira do Zêzere.  Esta será a primeira de cinco provas que irão compor a edição de 2024,  num calendário que teve que ser revisto face ás eleições legislativas que irão decorrer a 10 de Março, data em que inicialmente estava previsto realizar-se uma das provas.     A 12 de Maio surge a grande novidade de 2024, que é a realização do X-Trophy Marinha Grande, que irá introduzir uma pista na sua maioria desenhada em pisos de areia.   Depois da paragem estival, o X-Trophy regressará no inicio do outono, já a 6 de Outubro, viajando até à região do Minho para disputar o X-Trophy Barcelos 2024.   A data de 3 Novembro está reservada para a realização de uma prova, mas que por enquanto não podemos ainda revelar a sua localização dadas as negociações em curso.  O encerramento da temporada de 2024 irá ter lugar em Ponte de Sor a 15 de Dezembro.

O X-Trophy para além de válido para as diversas categorias de seniores, juniores e iniciados moto e quad, irá também ser pontuável para o Troféu Mini-Baja promovido pela FMP,  sendo as provas de Ferreira do Zêzere e de Barcelos aquelas em que os jovens pilotos poderão somar pontos para esta competição.

A nível regulamentar não há alterações de relevo,  salvaguardando alguma pequenas correções de pormenor que possa ainda vir a ser sugerida e aplicada por parte da Federação mas que não terá impacto a nível global.

Quanto ao Troféu Super SSV, a temporada irá incluir 4 provas.   A primeira terá lugar a 11 de Maio em Marinha Grande, disputada a par com o Troféu X-Trophy, e incluída num evento mais vasto com 4 dias de duração com muitas atividades paralelas a decorrer.  Seguir-se-á depois a pausa de verão, regressando as corridas a 5 de Outubro, para disputar a segunda edição do Super SSV Barcelos.  A data de 2 de Novembro,  tal como no caso do Troféu X-Trophy, permanece em negociações e será relevada a sua localização oportunamente.    Ponte de Sor irá receber a derradeira prova do ano a 14 de Dezembro.

Também nesta competição não existem alterações ao regulamento, exceto as alterações feitas aos regulamentos gerais da FMP.  Todas as provas serão disputadas no formato de rali que já vem sendo usado há algum tempo.  Esta edição irá determinar a continuidade em 2025.

O evento terminou com a entrega dos troféus do CISET 4x4 e a apresentaçáo da nova temporada que em breve irá a arrancar e continuará a manter máxima de ser a competição mais variada e exigente de todas as disputadas em solo nacional, apresentando um conjunto de provas, pistas e desafios sem par no panorama automobilistico nacional.   

Para além da entrega dos prémios dos participantes, a X-Adventure entregou também o Troféu "Prestigio", que pretende distinguir pessoas ou entidades pela sua conduta e envolvimento no crescimento da modalidade e desta competição.  António Henriques do Team Lucrofusão foi a pessoa que este ano recebeu esta distinção, por tudo aquilo que fez ao longo da temporada de 2023 e pelo importante contributo dado dentro e fora de pista.

Domingo 7 de Abril marcará o arranque da temporada, disputando-se o CISET 4x4 Oliveira de Frades.  A pista do Aeródromo da Pedra da Broa voltará a acolher a animada caravana do CISET 4x4, apresentando-se renovada, com correções ao traçado e novos obstáculos.  Em cima da mesa está ainda a possibilidade de realizar uma super especial no sábado, dia 6.

Em Junho o CISET 4x4 viajará até Mangualde, uma nova localização no calendário desta competição, com a prova decorrer durante todo o fim de semana, incluindo uma super especial disputada nas proximidades da praia artificial de Mangualde, ficando o domingo reservado para as provas de resistência.

Em julho disputar-se-á a clássica do Couço.  Conhecida de todos, esta prova é muito mais do que apenas uma corrida, é sobretudo um grande fim de semana de festa das equipas e fãs do desporto motorizado que aqui se reúnem para um evento absolutamente único na Península Ibérica e eventualmente até em toda a Europa. Estarão de regresso também o CISET Masters e o CISET Masters XL.

Em Agosto terá lugar a habitual viagem á Madeira, para mais uma vez disputar o singular CISET 4x4 Madeira.  É uma prova que dispensa apresentações, e que tem um lugar de destaque nesta competição.  Disputada num cenário único, percorrendo um rio entre o mar e a serra, é no ambiente e no publico muito entusiasta que esta prova mais se destaque.

Em setembro regressam as provas no continente, e regressa também o CISET 4x4 Coruche.  A pista de Coruche já por várias vezes integrou a "rota" desta competição, e é temida pelo seu elevado grau de exigência sobretudo com chuva e lama.  A data de 15 de Setembro permitirá em teoria uma prova a "seco", em que a principal dificuldade serão as rampas de pendente elevada.

A temporada irá encerrar a 26 e 27 de Outubro, com a realização do CISET 4x4 V. N. de Cerveira, que fez uma entrada triunfal nesta competição em 2023 com uma prova considerada como a melhor do ano e reconhecida com a distinção "Trial Verde" atribuído pelo promotor á melhor organização.   Sobre a prova de 2024 sabemos que irá ter melhorias e correções do traçado, mas que no essencial irá manter a fórmula de sucesso de 2023.

A nível regulamentar não há alterações de relevo a registar no Troféu, existindo apenas a possibilidade de vir a alongar a duração das provas de resistência, passando a Classe Promoção de 1h30m para 2h, e as Classes Proto e Super Proto de 2h para 3h.  A vontade de alongar as provas foi manifestada por algumas equipas, pelo que esta proposta foi colocada á consideração das todos para se poder tomar um decisão final com base na opinião mais consensual.

Luís Pirralho, diretor da X-Adventure e principal responsável por todas estas competições disse-nos que: "Hoje demos por fechado o ano de 2023. Foi um ano de muito trabalho, muito exigente para mim e para a minha equipa, que por várias vezes nos colocou á prova, mas felizmente penso que superámos com sucesso todos os obstáculos.  Talvez o número que melhor reflita o nosso trabalho é o numero de participantes que passou pelos eventos da X-Adventure em 2023: Mais de 700.   

Este sucesso deve-se ao nosso trabalho obviamente, mas também a todos os que estiveram connosco durante 2023, sejam patrocinadores, parceiros, federações, GNR, bombeiros, ICNF, comunicação e demais entidades que permitiram a realização das corridas em segurança.  Mas acima de tudo, deve-se aos tais 700 participantes que confiaram em nós e vieram disputar as nossas corridas, e também aos muitos milhares de espectadores que assistiram a essas provas."

Quanto a 2024 acrescentou que: "Temos um ano com algumas novidades, que no essencial segue um caminho de continuidade, sem grandes alterações, corrigindo algumas coisas menos bem conseguidas e melhorando outras.   Apesar de lamentar a saída de alguns apoios, tenho a anunciar a entrada da Blue Motor como parceira da X-Adventure.  Esperamos ainda que mais algumas entidades se venham a juntar e participar do sucesso de todas nossas competições."

Imagens do evento disponiveis aqui: https://www.facebook.com/media/set/?vanity=xtrophy&set=a.886793186783916

 

Comunicado oficial

Featured

X-Trophy Ponte de Sôr 2023: Ponte de Sôr encerrou com chave de ouro a temporada de 2023 do X-Trophy

-- MUITOS PARTICIPANTES E MUITA LUTA NAS PISTAS DO ALTO ALENTEJO

Ponte de Sôr recebeu no passado dia 10 a derradeira prova da temporada de 2023 do troféu X-Trophy, o troféu de resistências todo-o-terreno moto e quads promovido pela X-Adventure sob a égide da Federação de
Motociclismo de Portugal, numa organização que ficou a cargo do Moto clube Matuzas e que levou até esta cidade do Alto Alentejo praticamente duas centenas de pilotos para um grande dia de corridas.
O X-Trophy Ponte de Sôr foi composto pelas habituais provas de motos e moto-4 para os pilotos seniores que somam pontos nas competições principais, e incluiu também as habituais prova de iniciados, sendo que pela primeira vez a competição de iniciados Moto se dividiu em duas mangas separando os pilotos com motos mais potentes dos pilotos mais jovens e com motos mais lentas, isto devido ao número mais elevado de inscritos. Por isto mesmo, foi a primeira vez na já longa e conceituada história do Troféu X-Trophy que o programa de um evento foi composto por 5 corridas.

Outro ponto de destaque destas última prova foi o regresso a estas corridas do conceituado "Beto" Borrego, que nos últimos tempos tem sido um dos principais animadores das corridas de SSV do campeonato nacional de todo-o-terreno, mas que uma longa e invejável carreira nas Moto-4, repleta de sucessos.

Entre os mais pequenas que correm em duas rodas, Rodrigo Matos levou a melhor sobre os seus adversários na categoria Iniciados TT1, sendo mesmo o único com 10 voltas cumpridas. Também em iniciados TT2 o vencedor conseguiu dar mais uma volta, que neste caso foi Dinis Neto que com 14 voltas superou um forte grupo de rivais que terminou junto com 13 voltas. Em iniciados TT3 a competição foi muito renhida emergindo como vencedor Bernardo Caiado como vencedor com 16 voltas concluída numa prova onde nem mesmo uma queda lhe retirou ritmo.

Depois das provas motos disputou-se a prova da categoria Iniciados Quad, esta já no formato habitual com todas das classes em simultâneo. Em Iniciados Q2, Diogo Martins venceu a corrida com 10 voltas, mais uma que o seu rival direto. Em Iniciados Q3, a mais participada e renhida, foi Bernardo Conceição o grande vencedor, sendo o único com 14 voltas e a realizar um resultado ao nível nos melhores nas motos iniciados. Martim Ribeiro a correr em Iniciados Q4 não tinha rivais diretos e foi por isso o natural, no entanto empenhou-se e conseguiu também dar 14 voltas ao circuito, um resultado que em termos de hipotética classificação geral daria para um segundo lugar.

grelha quad b

 

Seguindo a lógica de alternância em pista, em Ponte de Sor foram os homens das moto-4 os primeiros em pista, enfrentando um circuito com quase 12 quilómetros de extensão que se iniciava junto da zona industrial da cidade e se prolongava para noroeste pelas rápidas pistas do montado. A lista de inscritos era particularmente recheada de pilotos de topo aos quais se juntavam ainda bastantes pilotos menos conhecidos mas nem por isso muito mais lentos.

Depois de uma espetacular partida, á primeira passagem era Tomás Paulo em Yamaha YFZ450 quem vinha na frente trazendo atrás de si Tiago Ferreira em moto idêntica. Em terceiro aparecia "Beto" Borrego, a demonstrar que "Alentejano voador" ainda retém todos os seus dotes de condução de moto 4. Á segunda volta Tomás Paulo voltava a passar na frente, mas "Beto" Borrego já tinha ultrapassado Tiago Ferreira e tinha agora como alvo o primeiro lugar. Foi assim até â sexta volta, altura em que Luís Fernandes passou o piloto da Ponte de Sor e ascendeu a segundo. Mais uma passagem e Luís Fernandes assume o comando, enquanto dos dois animadores da fase inicial se atrasaram.

Á oitava volta Tomás Paulo e "Beto" Borrego já estavam fora de prova, Luis Fernandes consolidava a liderança, Tiago Ferreira recuperava o segundo lugar e em terceiro lugar virtual surgia o primeiro piloto dos Hobby, Daniel Perdigão.

Luís Fernandes venceu a corrida na classe Q-Elite, reservada aos pilotos Federados, sendo mesmo o único entre Federados e Hobby a conseguir dar 11 voltas á pista, fruto de um ritmo significativamente superior. Em Q1-Hobby venceu Daniel Perdigão enquanto Hugo Vasco venceu entre os Hobby Q-2.

Nas subclasses, Joana Mendes (Q2-Hobby) venceu a classe reservada ás senhoras, Carlos Reguinga (Q-Elite) venceu a classe Veteranos e Simão Almeida (Q-Elite) venceu entre os Juniores.

grelha moto a

 

Para encerrar o ano em grande disputou-se a prova reservada ás motos de duas rodas, com cerca de uma centena de pilotos inscritos e dos quais se esperava muita competitividade ao longo dos cerca de 90 minutos que dura a prova. Dada a partida, o primeiro a conseguir percorrer os 12 quilómetros do circuito era Jorge Leite em Yamaha YZ250 (TT2), seguido de perto por Nuno Palma em Kawasaki KXF450(TT2) e João Duarte em Honda CRF250 (TT1)

Á segunda volta ficava pelo caminho Nuno Palma, fazendo com que João Duarte passasse a segundo e Guilherme Caldeira, o primeiro dos Hobby, subisse a terceiro na classificação virtual.
Daqui em diante a frente corrida a ser um assunto que disse respeito apenas a João Duarte e Jorge Leite, que trocaram algumas vezes de posições, com vantagem para o piloto da Honda que viria a ser o primeiro no final em termos de classificação geral.

Em termos de resultados finais, na categorias reservadas aos pilotos federados, João Duarte venceu a corrida na categoria TT1, Jorge Leite venceu na categoria TT2. Na categorias Hobby, em TT1 venceu Flávio Neves, em TT2 venceu João Lourenço.

Quanto a subclasses, em Juniores venceu Samuel Cardoso, enquanto nos veteranos venceu Óscar Duarte. Uma palava de destaque merece Bernardo Caiado, pois para além de ter participado na corrida Moto-Iniciados na categoria TT3 a qual venceu, enfrentou depois a corrida principal, terminando em terceiro lugar entre os Juniores, sétimo entre os TT1.

O X-Trophy Ponte de Sôr 2023 foi organizado pelo Moto Clube Moto Matuzas, com o apoio do Município de Ponte de Sôr e da União de Freguesias de Ponte de Sôr, Tramaga e Vale de Açor.

O Troféu X-Trophy é promovido pela X-Adventure, sob a égide da FMP - Federação de Motociclismo de Portugal, e com o apoio da 21RaceStore.com, da Mundimat, da Mundilimpa, da Tanqueluz e da Tractomoz, e ainda do Guia Rural e do Imagensdesportivas.com

Classificações disponiveis no quadro oficial

 

luis fernandes qelite a

 

joao duarte tt1 a

 

jorge leite tt2 a

 

X-Adventure

PARCEIROS

Image
Image
Image

APOIOS

Image
Image
Image
© 2024 X-Adventure. Desenhado e mantido por Imagens Desportivas

Politica de Privacidade e Cookies

Positive SSL